5 de abril de 2016
0
||||| 0 |||||
887

Nosso Melhor Amigo: Mr. Músculo

© wavebreakmedia/Shutterstock

Atividade física é algo que o ser humano faz desde a pré-história, não de maneira sistematizada, mas de maneira funcional (olha o treinamento funcional real aqui). O homem primitivo tinha que correr atrás da caça que fugia (aeróbio), lutava, arremessava a lança ou a pedra para matar a caça (modalidades), carregava o animal pesado de volta para a caverna (força), comia o bicho (proteína e gordura) junto com algumas frutas ou raízes que colhia (carbo e vitaminas) e dormia (recuperação/reconstrução) para descansar antes de ter que caçar de novo.

Se você for parar para pensar, de verdade, o homem primitivo já “entendia” bastante do funcionamento e da fisiologia do próprio corpo!

Quando vemos os estudos evolutivos das diferentes espécies – e quando estudamos nos dias atuais os diferentes comportamentos motores (as formas e quantidades de esforços que cada um faz no dia a dia) – cada vez mais começamos a identificar um fator que é comum e positivo em todos: o desenvolvimento muscular traz benefícios inegáveis.

Desenvolvimento muscular, ganho de massa magra, trabalho contra uma resistência intensa – acima dos padrões da civilização moderna atual e sedentária – são formas de entendermos um mesmo fim: ganhar músculo através do esforço físico é o que pode nos transformar em pessoas mais saudáveis, com mais qualidade e tempo de vida.

Então pessoal, apresento a vocês o seu melhor amigo contra todos os males de saúde que possam existir: o músculo!

De todas as estruturas envolvidas na nossa movimentação diária, incluindo os exercícios, os músculos são as estruturas que mais conseguimos mudar por vontade própria e por interferência externa direta de nossas atitudes. Isso é uma grande notícia pois o poder dos músculos em nossa saúde é gigantesco.

Alguns estudos recentes e importantes têm revelado que mesmo as pessoas magras, visualmente falando – ou até aquelas extremamente magras – carregam consigo riscos aumentados de doenças cardiovasculares se comparadas às pessoas com peso maior que possuem uma musculatura mais desenvolvida e com mais massa magra proveniente de maior esforço físico contra resistência.

O desenvolvimento muscular apresenta um grande ponto positivo. Quando você pratica atividades físicas o músculo cresce por dias ou mesmo semanas. Com isto, o corpo consome mais energia do que o normal para reconstruir o músculo cansado do exercício. Vale lembrar que logo após a atividade física seus músculos ficam maiores apenas aparentemente, devido ao processo inflamatório ali instaurado pelo esforço. Porém, ao final de todo este processo, após o treino, seu corpo continuou a consumir muito mais energia!

Tudo isso, ainda sem contar que uma estrutura corporal com músculos fortes, mantém os ossos nos devidos lugares, permitindo que você faça esforços fora da rotina com segurança, como, por exemplo, levantar seu filho no colo sem arrebentar suas costas, ou mesmo jogar seu futebol com menos chance de se machucar – correndo mais rápido e chutando mais forte. Além, é claro, de manter um visual estético mais agradável e atraente aos instintos naturais dos outros seres humanos.

Para concluir: seu melhor amigo, aquele que pode salvar sua vida – e que se você cuidar dele receberá de volta dez vezes os benefícios – já está do seu lado! Cuide de seu melhor amigo: o Mr. Músculo!

Compartilhar:
Tags:

Sobre CRISTIANO PARENTE

CRISTIANO PARENTE

Eleito melhor Personal Trainer do Mundo em 2014 pela Life Fitness USA, Cristiano Parente tem Licenciatura em Ed. Física, Bacharelado em Esporte e Especialização em Nutrição e Suplementação Esportiva pela Escola de Educação Física e Esporte da USP. É especialista em Fisiologia do Exercício pela Faculdade de Medicina da USP e em Coaching pela Wexford University-California, MBA em Gestão, Marketing e Direito Esportivo FGV/FIFA/CIEES/University of Neuchatel-Suiça.

  • Pinterest
  • Instagram
  • Youtube
  • Flickr
  • Email

Adicionar comentário

Quer dar a sua opinião sobre a matéria, tirar uma dúvida ou colaborar com o tema? Envie seu comentário para a gente! Fique atento, pois os campos “Nome” e “E-mail” são obrigatórios (mas o seu e-mail não será publicado no comentário!).*