18 de setembro de 2018
0
||||| 0 |||||
136

Saiba Como o Processo de Envelhecimento Afeta o Corpo, a Pele e os Cabelos

Shutterstock

A partir dos 40 anos o organismo das mulheres passa por uma série de modificações que incluem alterações hormonais decorrentes da menopausa, alterações tireoidianas, diminuição do metabolismo, aumento do ganho de peso, degradação das fibras de colágeno e elastina e redução da massa óssea e dos compartimentos de gordura. “Estas modificações refletem na pele das mulheres. Com isso, há a perda do volume e contorno facial, flacidez e rugas ficam evidentes, a textura da pele muda e começam a aparecer os danos cumulativos do sol, como as hiperpigmentações”, dermatologista Dra. Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da American Academy of Dermatology (AAD).

Porém, segundo a especialista, não é apenas a pele que sofre com estas modificações que acompanham o processo de envelhecimento. Por exemplo, a diminuição do metabolismo comum nesta idade leva ao acúmulo de gorduras e ao ganho de peso em certas áreas do corpo, o que pode alterar a autoestima das mulheres. “Além disso, as alterações hormonais e o acúmulo dos danos solares também afetam o cabelo, podendo levar à queda e ao embranquecimento dos fios”, completa.

Mas é possível prevenir estas modificações através de alguns cuidados básicos. Por exemplo, para evitar que a pele sofra com estas alterações é importante utilizar hidratantes e fotoprotetores diariamente, além do uso preventivo de cremes anti-idade. É fundamental também evitar o consumo exagerado de açúcar e de bebidas alcoólicas, bem como o tabagismo. “Já para os cabelos é recomendada a ingestão de vitaminas e suplementos que auxiliam no fortalecimento dos fios e, em alguns casos, podem ser indicados medicamentos para retardar e prevenir o aparecimento de fios brancos”, destaca a dermatologista.

Em todos estes casos, principalmente com relação às alterações corporais, é importante também que você adote hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos. Além disso, é essencial que você realize exames laboratoriais para detectar alterações hormonais e, assim, tratá-las. “Mas caso você já sofra com algum destes problemas, existem procedimentos que podem revertê-los, como a criolipólise para a gordura corporal, a radiofrequência para a flacidez, lasers para as manchas, e preenchedores injetáveis e toxina botulínica para as rugas e linhas de expressão. Porém, o mais importante é que você consulte um médico especializado. Apenas ele poderá realizar uma avaliação e indicar o melhor tratamento para cada caso”, finaliza a Dra. Valéria Marcondes.

Compartilhar:

Sobre DRA. VALÉRIA MARCONDES

DRA. VALÉRIA MARCONDES

Formada pela faculdade de Ciências Médicas de Santos, a dermatologista Valéria Marcondes fez residência no Departamento de Dermatologia do Hospital Clínico da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Ela é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia desde 1987, com título de especialista. Também é fundadora da Sociedade Brasileira de Laser e Diretora Científica da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

  • Email

Adicionar comentário

Quer dar a sua opinião sobre a matéria, tirar uma dúvida ou colaborar com o tema? Envie seu comentário para a gente! Fique atento, pois os campos “Nome” e “E-mail” são obrigatórios (mas o seu e-mail não será publicado no comentário!).*