16 de julho de 2018
0
||||| 0 |||||
126

Saúde Sexual Masculina: 6 Dicas Para um Bom Desempenho na Hora H

@S-F/Shutterstock

Vamos falar sobre sexo saudável?

A correria do dia a dia, as preocupações, momentos de estresse e o cansaço físico normalmente nos fazem descuidar dos momentos de prazer. E quando falamos sobre a saúde sexual masculina o assunto se agrava um pouco mais, já que os homens não têm o costume de buscar ajuda médica preventiva. Muitos só consultam um urologista quando percebem algum problema que interfere na sua vida sexual, seja a disfunção erétil, curvatura peniana ou questões com a próstata.

É verdade que ainda existem muitos tabus com relação à saúde sexual do homem, por isso, ofereço aqui um espaço neutro, onde você poderá aprender e tirar suas dúvidas sobre o assunto de forma amigável, sincera e discreta.

Manter uma vida sexual ativa e saudável pode impactar diretamente no seu dia a dia, melhora a autoestima, a qualidade das noites de sono, aumenta a felicidade, afasta a depressão, ajuda a emagrecer, dentre várias outras vantagens. Estudos recentes da revista científica European Urology afirmam, ainda, que reduz o risco do câncer de próstata.

Sabemos que há muitos mitos e verdades sobre sexo, e para lhe ajudar a dar o primeiro passo em busca de uma vida sexual satisfatória selecionei algumas dicas para melhorar o seu desempenho, esquentar a relação a dois e fazer você mandar bem na hora H. Preparado? Então vamos começar.

1) Cuide da higiene do seu pênis
Sei que o seu amigo ai embaixo está sempre com você e ninguém gosta de uma companhia suja ou mal cheirosa, certo? A correta higiene das partes íntimas evita infecções e ajuda a despertar o desejo, afinal, um pênis limpo e cheiroso sempre será mais atraente. O uso do preservativo também é importante para evitar doenças que possam atrapalhar, ou até mesmo impedir, as relações íntimas.
Com isso dito, avalie o seu companheiro inseparável constantemente. Se notar algo diferente no amigão, como feridas, bolhas, corrimento ou ardor ao urinar, procure imediatamente um urologista.

2) Realize exames de sangue periodicamente
Fazer exames de sangue anualmente é importante para verificar e manter as taxas hormonais controladas e atualizadas. Além de indicar possíveis descontroles que podem influir na prática sexual, a verificação periódica também ajuda na prevenção do câncer de próstata.

3) Pratique atividades físicas
Além de dar mais fôlego para a relação sexual e evitar dores musculares, exercícios como agachamento, abdominal e alongamento contribuem para o fortalecimento da musculatura.
A prática de atividade física constante mantém o seu metabolismo sempre em funcionamento, assim, a quantidade necessária de hormônios sexuais será produzida, contribuindo positivamente para no seu desempenho.
Evite manter hábitos maléficos à saúde, como o sedentarismo, tabagismo e o consumo exagerado do álcool. Eles podem prejudicar o seu sistema cardíaco e provocar problemas orgânicos que irão refletir diretamente nas funções sexuais.

4) Cuide da sua alimentação
O que você come diz muito sobre você e a sua saúde. A falta de nutrientes importantes pode gerar a baixa produção de alguns neurotransmissores relacionados ao prazer e ao bem-estar, prejudicando o seu desempenho sexual e até a fertilidade. Por isso, vale a pena investir em alimentos que ajudam na ereção.
A vitamina B3, presente no amendoim, colabora para a vasodilatação sanguínea e melhora a circulação na região do órgão sexual. Já o ovo, por ser rico em vitamina E, participa da produção de hormônios sexuais, o que contribui para o aumento da libido e do apetite sexual. Há, também, alguns temperos conhecidos por serem afrodisíacos, como a pimenta, o ginseng e a canela. Eles beneficiam a circulação e podem afetar positivamente na ereção.
Por outro lado, evitar alimentos muito gordurosos ou cheios de açúcar ajuda a prevenir o aparecimento do colesterol, o aumento dos triglicérides e da glicemia, que no longo prazo podem levar à disfunção erétil.

5) Verifique a curvatura do seu pênis
Cuidar da saúde sexual masculina também significa cuidar da anatomia do pênis. Problemas de curvatura peniana, como a Curvatura Congênita ou a Doença de Peyronie, podem prejudicar o desempenho sexual do homem e, muitas vezes, também atrapalhar a parceira (o). Seja por problema de ereção, impossibilidade ou dificuldade na penetração, o pênis torto deve ser tratado para garantir uma vida sexual saudável.
Se durante o sexo você sente dores, causa dores em sua parceira (o), não consegue realizar uma penetração por muito tempo ou precisa limitar-se a certas posições, você pode ter um problema na tortuosidade do seu pênis.  O acompanhamento de um especialista é imprescindível para a correção adequada.

6) Esteja bem consigo mesmo
Tão importante quanto os aspectos físicos e hormonais é o seu psicológico. Conhecer bem o seu corpo, garantir boas horas de sono, compreender os seus desejos e cuidar da saúde são pontos essenciais para o seu bem-estar mental. A autoconfiança é um afrodisíaco que contribui para a qualidade da ereção e o desempenho na cama.
Agora que você já sabe como cuidar da sua saúde sexual, que tal aprender mais sobre como cuidar do seu melhor amigo, que não é o seu cão?
Aqui no Blog você encontrará informações essenciais sobre curvatura peniana, doença de Peyronie, disfunção erétil, prótese peniana, dentre tantas outras que te ajudarão a conhecer melhor o seu corpo e manter a vida sexual em dia. Inscreva-se para receber os conteúdos gratuitamente!

Compartilhar:

Sobre Dr. Paulo Egydio

Dr. Paulo Egydio

Médico PhD em Urologia, graduou-se com honras no Hospital das Clínicas de São Paulo, concluiu especializações na Mayo Clinic e na Cleveland Clinic Foundation. É internacionalmente reconhecido como especialista no tratamento da Curvatura Peniana Adquirida ou Congênita, além de casos de Disfunção Sexual Masculina.

  • Website
  • Email

Adicionar comentário

Quer dar a sua opinião sobre a matéria, tirar uma dúvida ou colaborar com o tema? Envie seu comentário para a gente! Fique atento, pois os campos “Nome” e “E-mail” são obrigatórios (mas o seu e-mail não será publicado no comentário!).*