16 de abril de 2018
0
||||| 0 |||||
198

Perda de Gordura Localizada

@beeboys/Shutterstock

Diariamente muitos procuram exercícios para queimar gordura localizada. Todo mundo, antes de mais nada, quer derreter a gordurinha que fica abaixo do umbigo.

Já as mulheres querem, além da “pochete”, queimar também o “culote”, a parte interna das coxas e “afinar” a cintura…

Olha que interessante!

No intuito de verificar se seria POSSÍVEL perder gordura de forma localizada, Rodrigo Ramírez-Campillo elaborou um estudo que levou voluntários – homens e mulheres jovens -, a fazerem o exercício #legPress em uma única perna, em 3 sessões semanais, por 3 meses. A outra perna ficou lá, paradinha, servindo de controle.

O treino consistia em, PASMEM, uma série de 960 a 1200 repetições! Sim, a ideia era apelar mesmo! Exaurir um segmento com, literalmente, centenas de repetições, num exercício que exige praticamente todos os músculos do membro inferior (glúteo, coxa e perna) e ver o resultado!

Vários parâmetros foram analisados ANTES e APÓS o período de treino. No que diz respeito à perda de gordura, os resultados do DEXA mostraram que houve perdas significativas de massa gorda em braços, tronco e membro não treinados. Isso mesmo! A perna que fez mais de 1500 repetições semanais NÃO perdeu mais gordura discernível.

Os autores concluíram que “o programa de treino foi efetivo na redução de massa gorda, mas essa redução não foi alcançada no segmento corporal treinado”. Então, mais uma vez, a dica para quem quer perder medidas é: TREINO e DIETA.

“Ah, mas eu não perco gordura na barriga.” Perde, sim!

O problema é você desejar que a gordura de lá suma completa e RAPIDAMENTE, e se isso não acontece você fica cego e não valoriza os bons resultados que está tendo.

Compartilhar:
Tags:

Sobre Dr Bruno Bandeira de Mello

Dr Bruno Bandeira de Mello

Medicina do Esporte | Nutrologia | Performance | Emagrecimento | Saúde | Med. Integrativa

  • Instagram
  • Email

Adicionar comentário

Quer dar a sua opinião sobre a matéria, tirar uma dúvida ou colaborar com o tema? Envie seu comentário para a gente! Fique atento, pois os campos “Nome” e “E-mail” são obrigatórios (mas o seu e-mail não será publicado no comentário!).*