18 de novembro de 2015
0
||||| 1 |||||
1046

É Frango com Batata Doce? Então Leia Isso…

©Jacek Chabraszewski/Shutterstock

Nunca se falou tanto em “frango com batata-doce”. O certo é que não existe fórmula mágica, nem formato geral que sirva para todas as pessoas. Ou seja, na hora de se definir uma dieta, o certo mesmo é buscar um nutricionista.

Mas, batata-doce à parte, o que se deve ter muita atenção é no consumo do frango e, mais especificamente, na forma de preparo.

Muita gente não sabe (e basta dar uma olhadinha na embalagem para ver que existe um alerta) que deve-se ter bastante cuidado ao manusear o frango cru. Assim como lavamos as mãos antes do preparo, em função da presença de bactérias como a Salmonela, o Campyloblaster e mesmo da E.Colli, todo o material que teve contato com a ave crua deve ser lavado com água quente e muito sabão. Isso mesmo, lavar e desinfetar a tábua de carnes, facas e todos os equipamentos de cozinha é fundamental APÓS o preparo.

Outra dica fundamental é não se lavar o frango. Isso! Nada de colocar a ave embaixo da torneira para “uma boa lavada”. Ao colocarmos o frango sob o fluxo de água o que se consegue, basicamente, é espirrar água e, consequentemente, espalhar bactérias, para todos lados.

A verdade é que este é um assunto muito sério, pois intoxicações alimentares a partir das origens citadas são bastante comuns e raramente as pessoas conseguem associar o efeito à causa pois, no caso da salmonela, a mesma pode ficar encubada por até 3 dias no organismo e quando você tenta se lembrar do que aconteceu, já foi…

Resumindo:

  • Lave as mãos para manusear o frango
  • NÃO lave a ave em água corrente
  • Lave a mão a cada contato com o frango cru
  • Não toque e outros alimentos (sobretudo se for sua salada!) antes de ter lavado bem as mãos
  • Cozinhe ou asse muito bem o alimento
  • Jogue detergente e após água quente em todas as superfícies que tiveram contato com o alimento cru

Por fim… uma dica extra. Não deixe o frango pronto esfriando muito tempo fora da geladeira. O melhor, se for refrigerar, é guardar no máximo em duas horas para uma duração de 2 ou 3 dias.

Compartilhar:
Tags:

Sobre body.mag

body.mag

Aqui na redação da body.mag somos loucos por pesquisar e transformar esse conhecimento em informação relevante para você. O nosso dia a dia também é corrido, mas nunca abrimos mão do bem-estar e qualidade de vida. É assim, com esse pensamento, que trabalhamos para transformar a vida das pessoas. Apesar de sermos antenados, sempre queremos ouvir as sugestões dos nossos leitores, afinal, a body.mag é feita para você!

  • Email

Adicionar comentário

Quer dar a sua opinião sobre a matéria, tirar uma dúvida ou colaborar com o tema? Envie seu comentário para a gente! Fique atento, pois os campos “Nome” e “E-mail” são obrigatórios (mas o seu e-mail não será publicado no comentário!).*